O local


Um visual incrível, em meio a pescaria de alta produtividade. Sua nascente esta localizada no platô das Guianas (Suriname e Guiana). Descendo em direção ao rio Amazonas suas águas atravessam o município de Oriximiná.

São inúmeras corredeiras, lagoas, pequenos rios afluentes e grandes cachoeiras que impedem a navegação.
A alta piscosidade do alto Rio Trombetas, é em função do difícil acesso e do rígido controle de visitação.
Na época da seca (julho a dezembro), somente lanchas e pequenas canoas conseguem navegar em função das fortes corredeiras.
Sem dúvida o visitante ficará encantado com a diversidade, beleza e preservação do local.

 

Condições de pesca


Tudo pronto para que você possa voltar-se para o principal objetivo: os peixes esportivos do Trombetas. Cachorra, Tucunaré, Surubim, Trairão, Jaú, Pirarara, Bicuda, Piraíba entre tantos outros, fazem a festa dos amantes da pesca esportiva.
Nossas lanchas são de 5m, utilizadas por 2 pescadores, caixa térmica, coletes, motor de popa de 15 HP, para os amantes dos peixes de couro, as iscas são apanhadas na ocasião da pescaria.
Entre os meses de julho a dezembro, inclusive, encontramos os rios em sua melhor condição de pesca para os peixes de escama.
Aconselhamos a utilização de equipamentos de médio e pesado porte, evitando assim surpresas. Linhas acima de 30 lbs, varas para arremesso entre 8 e 25 lbs, já para pesca de "espera", varas acima de 40 lbs.

 

Pesca com iscas artificiais - Arremesso


Altamente produtiva quando praticada na época certa (Julho - Janeiro) e com os corretos apetrechos. 
Destacamos aqui o Tucunaré Thyrorus, uma exclusividade da área. Um peixe forte em função do seu habitat (corredeiras), voraz como todos os demais peixes da família e podendo alcançar até 12kg. Outras espécies da família são encontrados na área de pesca.
O Trairão, a Cachorra, a Bicuda, o Matrinxã, são outras espécies que são encontrados na área e que podem ser pescados com a prática desta modalidade.
O Trairão pode ser capturado em qualquer mês e é encontrado em todas as "partes" do rio, pedrais, poços, encontros de água, corredeiras, etc. Pode alcançar até 14kg de peso.

Outra exclusividade da área é o Camunani, uma Piranha "travestido" de Pacu, come de tudo um pouco, quando fisgado salta fora d´água obrigando o pescador a mostrar suas habilidades para a captura.
Pacus são várias espécies, (nomes locais) Matau, Cana, Camunani, Pacu e outros, uma pescaria que deve ser praticada pelo visitante, são peixes fortes e podem ser encontrados o ano todo.

Os Bagres


A Amazônia é o local do mundo onde existe a maior diversidade de peixes, e dentre estes estão os bagres ou catfish como são conhecidos mundialmente.
Os bagres na Amazônia, cumprem com um papel fundamental para o equilíbrio do ecossistema local, pois são os "balizadores" que atuam nos nossos rios.
A pesca dos bagres pode ser praticada durante o ano todo.
Desfrutando do cenário exuberante da Amazônia, o pescador pode encontrar o peixe de seus sonhos no Rio Trombetas.
Aconselhamos a utilização de equipamentos de porte pesado, evitando assim surpresas. Linhas acima de 50 lbs, varas entre 50 e 80 lbs e carretilhas ou molinetes apropriados.
Lembramos que o peixe grande só lhe dá uma oportunidade, então venha preparado para esta.

 

Flyfishing


Amazônia, gera um interesse crescente no meio da pesca esportiva. Cada vez mais "mosqueiros" * norte americanos e mais recentemente europeus viajam pela Amazônia Brasileira, na Venezuela, na Colômbia e países andinos.
Se a pesca com mosca na América subtropical ainda esta no inicio, é claro que a modalidade vai se desenvolver rapidamente e virar a grande técnica no futuro.
Mas, no entanto, falta de mentores locais, os alguns aficionados da mosca são obrigados de inspirar-se largamente da escola norte-americana, a ponto de raramente utilizar outro genérico que " flyfishing" para nomear esta técnica, sem que seja realmente empregada a tradução literal.

 


http://www.zoofirma.ru/